Cirurgia Estética Lipoaspiração

Cirurgia Estética

LIPOASPIRAÇÃO

Tudo sobre lipoaspiracão / lipoescultura


Dr. André Colaneri

Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Telefone: (11) 2365-5978

Sobre a Lipoaspiração

Lipoaspiração e Lipoescultura


Indicação:


Lipoaspiração é a cirurgia plástica para a redução do volume de gordura corporal em áreas localizadas, conferindo ao paciente um melhor contorno corporal.

É a cirurgia plástica mais realizada entre todas elas, sendo a mais procurada por homens e mulheres.

Embora muitos pensem, a lipoaspiração não é indicada para perder peso e sim para mudar o contorno, pois a maior mudança se dá na silhueta corporal e não na balança.

Os melhores resultados são obtidos nas lipoaspirações em que o paciente apresenta gordura localizada.

Cirurgias em áreas extensas e grandes volumes têm maior probabilidade de complicações, como irregularidades, sangramento, trombose, etc. Por questão de segurança, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica limita o volume da lipoaspiração a 7% do peso corporal.

No caso da lipoescultura, parte da gordura aspirada é usada para enxertar áreas em que se precisa um maior preenchimento (glúteo, vincos da face, etc.). Nestes casos, a gordura enxertada sofre uma absorção em torno de 40%.

Anestesia


Depende do porte da cirurgia, ou seja, da área a ser operada e do volume de gordura a ser lipoaspirado. Pode variar entre anestesia local, local com sedação, peridural, ou geral.


Tempo de internação:


Nas lipoaspirações com anestesia local, costuma ser de 6 horas. Nas anestesias geral ou peridural, entre 12 a 24 horas, na maioria dos casos.


Pós-operatório:


É comum um edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas), que resolvem sozinhos em 21 dias, na maioria dos casos.

A drenagem linfática e ultrassom pós-operatórios são indicados a partir do 7 dia. Devem ser realizadas ao menos 10 sessões, de duas a 3 vezes por semana, com intuito de apressar a resolução do edema (inchaço) e modelar a fibrose (cicatriz interna).

Durante o 1o mês depois da lipoaspiração o paciente apresenta notável melhora do edema, quando então passa a notar endurecimento na área operada, decorrente da cicatrização interna. Este endurecimento melhora progressivamente durante o 2o e 3o meses, época na qual ocorre uma maior retração da pele.
Nesta fase é comum sentir repuxões e sensação de esgarçamento abaixo da pele. Uma cinta compressiva deve ser usada por 1,5 mês pós-operatórios, tempo no qual exercícios físicos devem ser evitados.


Complicações:


São raras as complicações em lipoaspiração, desde que realizadas por especialista e em ambiente hospitalar. Entretanto podem ser citadas: hematoma, seroma (bolsões de soro), irregularidades, infecção, trombose, acidentes durante a cirurgia.

O seroma, a complicação mais comum em grandes lipoaspirações, é o acúmulo de um liquido claro na região operada, formando como uma “bolsa de água”. Nestes casos se faz necessário o esvaziamento através de punções, com resolução do problema e sem prejuízo do resultado. O uso do dreno em lipoaspirações extensas, reduz o risco de seroma, por drenar o liquido formado e evitar o acumolo deste. Também, por drenar o liquido tinto de sangue, minimiza a roxidão pós-operatória.

Resultado Definitivo:


Como em toda cirurgia plástica, o resultado definitivo da lipoaspiração se dá após 6 meses, tempo este necessário para a cicatriz amadurecer. Porém o inchaço é pequeno depois dos 2 meses e se alcança 80% aos 4 meses.                    


Recomendaçõe pré e pós-operatórias da lipoaspiração:


Pré-Operatórias:


1) Comunicar-se conosco até dois dias antes da operação, em caso de gripe ou indisposição;

2) Raspar ou depilar os pelos na área a ser lipoaspirada 3 dias antes da cirurgia;

3) Internar-se no hospital indicado, obedecendo ao horário previamente marcado;

4) Observar o jejum absoluto (inclusive de água) por 8 horas antes da cirurgia;

5) Evitar bebidas alcoólicas ou refeições exageradas na véspera da cirurgia;

6) Evitar todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril, etc) ou qualquer medicação com efeito anticoagulante pelo menos 15 (quinze) dias antes da cirurgia;

7) Não usar nenhuma droga ou entorpecente 30 dias antes da cirurgia. Isso inclui alguns medicamentos usados para emagrecimento;

8) Evitar fumar por 30 dias antes da cirurgia;

9) Parar o uso de anticoncepcional hormonal 30 dias antes da cirurgia. Usar outro método contraceptivo.

Pós-operatórias:


1) Obedecer à prescrição medica;

2) Alimentação normal (salvo em casos especiais);

3) Evitar banhos quentes e demorados até desinchar;

4) Usar a meia anti-trombose pelo tempo determinado pelo cirurgião;

5) Fazer as drenagens linfáticas e ultrassom, ao menos 2 x semanais, no mínimo 10 sessões;

6) Evitar todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril, etc) ou qualquer medicação com efeito anticoagulante pelo menos 15 (quinze) dias depois da cirurgia;

7) Não ficar acamado e movimentar os pés, contraindo a panturrilha, para ativar a circulação das pernas. 8) Não se exponha ao sol, por um período mínimo de 8 semanas;

9) Usar a cinta elástica por 1,5 mês.


Técnica Cirúrgica - Ilustrações

 

 






Dr. André G. de Freitas Colaneri

Telefone: (11) 2365-5978
E-mail: dr.andre@cirurgiaestetica.com.br



Leia sobre os direitos autorais deste site

Endereço:

Rua: Borges Lagoa 1065, conj. 100
Vila Clementino, São Paulo-SP, Brasil

Clique aqui e veja o Mapa

Copyright © Cirurgia Estética - Lipoescultura | Lipoaspiração e Tipos de lipos - Todos os direitos reservadoslíbero +